Procedimentos estéticos estão em alta, mas a maioria ainda traz riscos – quais as alternativas?

Procedimentos estéticos estão em alta, mas a maioria ainda traz riscos – quais as alternativas?

S COSMETICOS DO BEM - Os perigos dos tratamentos esteticos invasivos - capa (1)

A busca pela pele perfeita perfeita é cada vez maior, mas ainda pode resultar em danos permanentes. Mas você sabia que já há alternativas naturais aos procedimentos invasivos?

 

Segundo levantamento da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o hoje o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo. Em 2018, foram 1 milhão e meio de procedimentos realizados no país – 87,4% deles em mulheres.

É impossível passar um dia sem ver dezenas de fotos e vídeos de pessoas conhecidas e de celebridades em nossos feeds. Ainda mais em tempos de pandemia, quando fazer “lives” se tornou rotina, somos constantemente bombardeados com essas mídias. Em especial, é comum vermos vídeos “de cara lavada” de pessoas bonitas e famosas – e por isso mesmo a preocupação com a beleza e a autoestima nunca foi tão alta.

A pressão para parecermos jovens e radiantes a todo o momento é enorme.

De jovens a pessoas mais experientes, a vontade de se arriscar para ter uma boa aparência tem crescido rapidamente nos últimos anos. Se, por uma lado, relacionar-se bem consigo mesmo é algo positivo e desejável, por outro a busca pela “selfie perfeita” pode levar a transtornos, obsessões e à procura por tratamentos “milagrosos” – e extremamente perigosos. Afinal, “novos” tratamentos estéticos surgem a todo momento, e nem todos são testados ou têm sua eficácia/segurança comprovada.

 

OS PERIGOS NA BUSCA PELA BELEZA

Para quem acha – com razão – que entrar no centro cirúrgico para melhorar a estética é perigoso, há diversas opções menos invasivas que surgiram nos últimos anos e que tem atraído milhões. Tratam-se de “procedimentos estéticos não-cirúrgicos”, também chamados de “minimamente invasivos” ou termos similares. A aplicação de toxina botulínica e o peeling são os mais conhecidos. Dados de 2019 da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica revelaram um aumento de quase 400% na procura por estes procedimentos nos últimos 05 anos.

A busca pela juventude e pela beleza pode ter resultados questionáveis – mesmo quando os procedimentos são realizados em alguns dos centros mais renomados do mundo. Na imagem, o antes e depois dos atores Ray Liotta e Goldie Hawn após procedimentos estéticos.

Apesar dos tratamentos não-invasivos serem menos perigosos do que os procedimentos cirúrgicos, ainda assim eles não são isentos do risco. Afinal, como no caso do Botox, haverá a aplicação interna de substâncias alheias ao seu corpo, com o intuito de modificar o funcionamento da pele e dos músculos. Os efeitos duram de 04 a 06 meses, portanto qualquer erro na aplicação será sentido por essa quantidade de tempo. Isso sem contar nos perigos de infecção e reações adversas que a toxina botulínica pode causar.

E não é só isso. Hoje em dia, muito se tem comentado sobre a “harmonização facial”, um nome genérico para um conjunto de técnicas que visam à “esculpir” o rosto e torná-lo mais jovem e atraente, muitas vezes via a aplicação de substâncias artificias, permanentes, de maneira subcutânea. Porém, os resultados nem sempre são bons – muitas vezes, são péssimos e irreversíveis. Isso não está relacionado apenas ao quanto se paga para realizá-los – vide os vários famosos internacionais que tiveram seus rostos modificados de maneira acentuada nos últimos anos.

O programa de TV “Encontro com Fátima Bernardes” recentemente discutiu esse assunto e alertou sobre os riscos que as mudanças estéticas podem trazer. Vale a pena assistir ao vídeo, que traz depoimentos e mostra fotos de antes e depois de pessoas que buscaram a beleza, mas encontraram, ao invés, decepção e sofrimento – como o caso do Alexandre, que foi convencido por um médico a realizar uma harmonização facial que não queria e ficou com o rosto deformado por longos 03 anos. Clique na imagem ao lado para acessar o vídeo.

Você sabia que procedimentos estéticos invasivos só podem ser realizados por médicos, dada a periculosidade e o potencial de erros? Saiba mais no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

SOLUÇÕES NATURAIS E 100% NÃO INVASIVAS

S COSMETICOS DO BEM - Serum Rejuvenescedor - imagem do produtoFelizmente, o avanço da tecnologia nos últimos anos também resultou em tratamentos estéticos seguros, eficazes e não invasivos. Já pensou poder eliminar marcas de expressão, ter uma pele mais jovem e saudável sem precisar passar por cirurgias? Evitando completamente a aplicação de substâncias estranhas? E em procedimentos utilizando apenas ingredientes puríssimos, naturais e que estimularão o seu corpo a se rejuvenescer?

A união entre beleza e segurança, sustentabilidade e saúde é um dos pilares da S COSMÉTICOS DO BEM. Dele nasceu nosso mais novo e revolucionário produto – o Sérum Rejuvenescedor Biotech S. Fruto de mais de 10 anos de pesquisas em parceria com algumas das maiores Universidades do mundo, o Sérum promove a regeneração celular e revitaliza de maneira impressionante a sua pele, após poucos dias de uso. Comprove os benefícios do produto nas imagens abaixo. São resultados inspiradores alcançados com um produto 100% natural e seguro, sem injeções, sem agulhas e sem complicações – tudo para que a sua beleza seja ampliada com total segurança.

S COSMETICOS DO BEM - Os perigos dos tratamentos esteticos invasivos - a alternativa

 

 

 

FALE COM NOSSA EQUIPE, TIRE DÚVIDAS E ADQUIRA O SEU SÉRUM REJUVENESCEDOR:

(19) 99 550 0696 

 

SEJAM SEMPRE MUITO BEM-VINDOS!

Aproveitamos para agradecer nossos PARCEIROS, CLIENTES E AMIGOS pela confiança de longa data.
Abraços perfumados,

Soraya El Khatib

CEO e fundadora S Cosméticos do Bem, Doutora em Bioquímica
do envelhecimento pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

 

 



Iniciar chat
Fale com nossa equipe